O maestro João Carlos Martins quer repetir a dobradinha de 2010, quando misturou música clássica com a sertaneja com a dupla Chitãozinho & Xororó. Desta vez, o convidado será Luan Santana, mas o cantor ainda nem sabe disso.

Em entrevista ao portal UOL, Martins revelou que a futura parceria fará parte do projeto Quintas Clássicas, no qual o maestro rege a Bachiana Filarmônica Sesi-SP sempre acompanhado de um convidado. Nesta quinta-feira (16), às 21h, ele subirá ao palco do Citibank Hall, em São Paulo, só que em ritmo de carnaval, com a bateria da escola de samba Vai-Vai.

“Nosso objetivo é lotar o Citibank Hall. Começamos com um público de mil pessoas, mas queremos chegar até a lotação máxima, de 3841 lugares”, disse.

“Depois da parceria que fizemos com o Chitãozinho e Xororó, agora eu quero convidar o Luan Santana. Estou esperando ele voltar de viagem para fazer o convite oficialmente”.

O maestro está confiante de que Luan vai aceitar o convite.

“Temos uma boa relação. Em todos os natais eu sempre recebo cartões lindos enviado por ele”, contou.

“Imagino uma apresentação que comece com clássicos de Schubert, Bach e Villa-Lobos, depois ele entraria cantando suas músicas com a orquestra de fundo. Em seguida, ele interpreta algumas músicas clássicas. Tem tudo para dar certo”.

Martins acredita que não existe um só tipo de música e sim “a música de bom gosto”. “O objetivo das Quintas Clássicas é unir tradição com inovação. É possível fazer uma intervenção da bateria da Vai-Vai no primeiro movimento da quinta de Beethoven. É claro que não vou fazer isso no Teatro Municipal ou no Carnegie Hall, mas é perfeitamente possível fazer no Citibank Hall”, afirmou.

Por: UOL

Publicado por Equipe PLS - Arquivado em Notícias