Após 10 anos desde a explosão da música “Meteoro”, que deu fama nacional à Luan Santana, o cantor voltou às raízes. Para isso, nada mais justo do que retornar a Jaraguari, município de Mato Grosso do Sul, cidade que testemunhou os seus primeiros passos na carreira artística e que lhe deu o apelido de Gurizinho. O show organizado pela marca Yoki, e que aconteceu na última quarta, 1/5, se chama “Onde Tudo Começou” foi o primeiro de Luan na cidade, desde que se tornou famoso.

“O Luan cresceu e seguiu Brasil e mundo afora, mas o Gurizinho se encontra comigo em cada paisagem, cada canto de Jaraguari. E acho que ele vai subir no palco comigo também! Feliz daquele que alimenta o seu presente com um passado cheio de boas memórias”, declara Luan Santana.

Em entrevista ao site Gshow, o cantor falou da paixão pelo lugar onde morava a sua avó e das memórias construídas por lá quando ainda era pequeno. Ele é de Campo Grande, mas a cidade, que fica a quase 50 km da capital, foi palco da sua primeira gravação.

“Falar de Jaraguari é tocar no que há de mais puro, intenso e real na minha vida. É fazer uma viagem sentimental, é entrar num túnel do tempo em que me encontro comigo mesmo e sinto que nesta plataforma da vida real consegui realizar tudo o que ali plantei”, declara Luan Santana.

 

“Fico nostálgico em frente à casa da minha avó materna, porque foi naquela calçada que, com o violão que o meu pai me deu, toquei as primeiras modas… Foi no quintal da mesma casa que o Gurizinho cresceu, brincou, subiu nas árvores e sonhou.”

O Show:

Retorno, música nova, agradecimentos, frases de motivação, canção internacional e a volta para “onde tudo começou” na carreira do “gurizinho” de Jaraguari. A 1º apresentação de Luan Santana na cidade a 44 quilômetros de Campo Grande foi cheia de recordações e novidades.

O show estava programado para às 19h, no entanto, por conta da chuva, começou às 21h. Parte da estrutura do palco, que não podia ser molhada, foi retirada e por volta das 17h retornou a ser montada. Mas nem o lamaçal que se espalhou pelo espaço preparado para a apresentação impediu que o lugar lotasse. Luan subiu ao palco emocionado, depois da exibição de um vídeo, sobre nunca desistir de um sonho.

Para começar, um “E ai? Jaraguari” e a música Vingança, gravada em parceria com o MC Kekel. A plateia cantou sozinha o refrão a pedido do cantor e ao terminar a primeira canção, Luan falou que nunca esqueceu dos “conterrâneos”.

“Depois de 11 anos a gente volta. Depois de tanta coisa linda ter acontecido na vida da gente. Eu nunca me esqueci de vocês. Nunca me esqueci de quem acreditou em mim no começo, nunca me esqueci dos primeiros palcos e é por isso que essa noite é tão especial. Prepara o flash do celular, a lanterna, o que tiver que acende e ergue pro alto. Eu voltei Jaraguari”, disse.

Luan viu os cartazes dos fãs e leu cada um em voz alta, agradecendo pelo carinho. “Tem galera que viajou de vários lugares”, lembrou. No palco, o sertanejo cantou a música nova “A ou B” e até interpretou a canção “Shallow” de Lady Gaga e Bradley Cooper. Nos intervalos, recordava a todo momento do início da carreira.

No palco, o cantor lembrou de alguns amigos, como de Luiz Claudio.

“O Kaka foi o cara que ajudou a gravar a canção Falando Sério. Foi ele quem arrumou a festa pra gravação. É por causa disso, que tudo começou. Quero o Kaka e meus tios subam, vamos cantar uma moda que costumamos fazer quando a gente se encontra”, disse.

Com a família e amigos reunidos no palco, a banda tocou a música, Chico Mineiro. O “gurizinho” deu espaço para os parentes darem uma “palinha” ao público e depois falou de mais um motivos especial do retorno. Luan contou que era data do aniversário de seu avô Cazuza, já falecido.

“Vamos cantar os parabéns para ele. Não está mais entre a gente, mas sempre lembraremos dele”.

O show encerrou cerca de uma hora e meia depois, e mesmo o cantor tendo deixado o palco, muita gente ficou no local até as luzes se apagarem.

Por: GShow/Campo Grande News

Publicado por Equipe PLS - Arquivado em Notícias, Turnê 1977